Diário da Comissão Administrativa dos conventos extintos ou abandonados – 5

10 de Outubro de 1832 – Recebeu-se Portaria de S.M. Imperial de 9 do corrente onde se informavam os requerimentos de Fr. Pedro Salvador Fernandes da Ordem dos Pregadores e o requerimento dos seguintes cónegos regulares
Pedro da Anunciação
José da Purificação
José do Coração de Maria
Caetano da Piedade

Advertisements

5 Respostas

  1. Este post é um apelo,

    Para além do desenho de Vila Nova do edifício que ainda hoje subsiste e da fachada da igreja dos Terceiros, que outra iconografia há da igreja gótica e/convento de S. Domingos?

    Obrigado.

    • Caro Nuno Cruz,

      Que eu conheça ou tenha tido notícia, são essas duas imagens as únicas existentes referentes ao Convento de São Domingos.
      Existe no entanto a descrição, até bastante pormenorizada da igreja em si, nomeadamente do seu interior e respectivas capelas, bem como as do claustro.
      Poderá consultar em «Notícias do Velho Porto», de Eugénio de Andrea da Cunha e Freitas, Campo das letras, 2006.

  2. Caro Gabriel Silva,

    Sim, tenho esse livro e ajudam a completa-lo os artigos que aparecem n’ O Tripeiro série V e sobretudo VI (muito bom artigo na minha opinião).

    Quanto à iconografia esqueci-me de mencionar duas fotografias (e não desenhos) de Alvão que permitem ver as paredes do convento em ruinas e uma delas permite até ver muito bem a torre sineira e aquilo que aparenta ser as ruinas da igreja.

    Pena que de facto não tenham os primeiros fotografos da altura dado interesse e registar em chapa aquilo que ia desaparecer para sempre muito brevemente.

    Contudo, na minha leiga opinião, penso que a igreja na sua fase final se assemelharia bastante à Matriz de Tarouca (por exemplo) no que toca à sua frontaria.

  3. Caro Nuno,

    Muito interessante essa referência ás fotos do Alvão, não conhecia.

    Acaso poderá dar-me a referência onde as poderei encontrar?

    Agradecido desde já.
    abraço
    Gabriel

  4. Caro Gabriel,

    As fotos que refiro estão inseridas no livro de 1984 da casa Alvão. Uma delas aparece também no livro PORTO DESAPARECIDO.
    Infelizmente (para mim) o que mais salta à vista são as paredes dos dormitórios e não propriamente a Igreja que estaria colada ao edifício ainda existente…
    Penso que tenho essas fotos digitalizadas. Posso enviar-lhe por e-mail.

    Abraço,
    Nuno Cruz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: