Congregação das Missionárias Dominicanas do Santíssimo Rosário – 50º aniversário da fundação

“Tiveram invulgar brilho e relevo as Comemorações do Cinquentenário da fundação da Congregação das Missionárias Dominicanas do SS.mo Rosário, levadas a efeito pela Província portuguesa. Estiveram presentes a Rev. Madre Geral Maria Teresa Martin e algumas das primeiras irmãs que em 1933 foram destinadas pela Madre Fundadora a Portugal a fim de aqui lançarem os fundamentos da mesma Congregação que entre nós se iniciou na vila de Tortosendo.

As Comemorações obedeceram ao seguinte programa: Dia 13 de Maio: – Romagem de penitência a Fátima, onde se concentraram à volta da Rev.ma Madre Geral e da Provincial de Portugal, muitíssimas religiosas da Congregação, que ali foram rezar para repararem pelas deficiências durante os 50 anos (intenção jubilar) e pedir pelas missões que têm na Asia e na Oceânia (intenção missonária); Dia 14 de Maio:– Missa concelebrada na Capela do Colégio que a Congregação tem em Castelo Branco, pelos RR. PP. Dominicanos, presidida pelo Rev.mo Pe. Raúl de Almeida Rolo, Provincial da Ordem em Portugal, que na altura própria proferiu uma homília evocando o Cinquentenário que se está celebrando e a seguir inaugurou uma exposição fotográfica sobre o “Mundo onde serve o Senhor e os Irmãos a Missionária Dominicana“.

Neste mesmo dia foram exibidas às pessoas, que se associaram aos vários actos comemorativos, projecções sobre paisagens, tipos, costumes e religiões onde trabalham as Irmãs Dominicanas do Ss.mo Rosário. Noutras páginas da nossa Revista ofereceremos aos leitores o texto da supradita homilia. As intenções deste dia foram as seguintes: Oração de acção de graças pelos benefícios recebidos (intenção jubilar) orar pelas missões da América (intenção missionária) . Dia 15 de Maio: – Foi consagrado a viver a entrega ao Senhor e à petição de graças (intenção jubilar) e pelas missões de África (intenção missionária). Houve missa verpertina de Concelebração na sé Concatedral de Castelo Branco, presidida pelo Venerando Prelado da Diocese, D. Agostinho de Moura que proferiu uma homilia de circunstância. No Salão Ginásio do Liceu foi exibido o documentário (projecções) “Há um caminho à direita“.

in Revista “Rosário de Maria“, Junho 1969, Ano XXIV, nº 272

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: